Arquivo mensal: novembro 2011

Inove: se ouvir os dogmas do presente…

Como disse Steve Jobs “Inovação estabelece a diferença entre um líder e um seguidor”.

Veja o que disseram alguns seguidores ao longo dos últimos séculos:

♦      Quando os trens foram inicialmente desenvolvidos, o rei da Prússia com a segurança dos defensores do “status quo” previu: “Ninguém vai pagar um bom dinheiro para ir de Berlim a Potsdam, em uma hora, quando você pode montar seu cavalo e chegar lá em um dia de graça”.

♦      Em 1903, o presidente do Banco Michigan deu este conselho a Horace Rackham, advogado de Henry Ford, “O cavalo está aqui para ficar. O automóvel é apenas uma moda, uma novidade”.

♦      Um comitê (por que ainda se criam comitês?) do parlamento britânico concluiu que a lâmpada de Edison jamais seria útil.

♦      Em 1946, Darryl Zanuck, então chefe da 20th Century Fox previu “Televisão não terá qualquer mercado após os primeiros seis meses. As pessoas logo se cansarão de ficar olhando para uma caixa de madeira todas as noites”.

♦      “Um homem foi preso em Nova York por tentar extorquir fundos de pessoas ignorantes e supersticiosas ao exibir um dispositivo, que segundo ele vai transmitir a voz humana a qualquer distância através de fios metálicos, de modo que ele vai ser ouvido pelo ouvinte na outra extremidade. Ele chama este instrumento de telefone. Pessoas bem informadas sabem que é impossível transmitir a voz humana por fios”. – Notícia em um jornal de Nova York 1868

♦      “O que? O senhor faria um navio navegar contra o vento e correntes marítimas acendendo uma fogueira em seu deck? Peço-vos que me desculpe, mas eu não tenho tempo para ouvir tal absurdo.” – Napoleão Bonaparte para engenheiro e inventor Robert Fulton.

Sugestão: escreva nos comentários deste post outra “previsão” de um seguidor. Assim, poderemos criar uma lista extensa para apresentá-la, quando tivermos de defender uma inovação, que contraria algum dogma do presente. Ok?

Etiquetado ,

Dell vende US$ 5MM pelo Twitter

O que ninguém acreditaria! O Twitter se tornou um canal de vendas de milhões de dólares para a Dell.

O que a Dell fez? Monitorou o Twitter para identificar quem estava apresentando um comportamento propenso a comprar um computador. Uma vez identificado, ofereceu uma promoção personalizada para a compra de um computador Dell. Os resultados mostram o potencial do Twitter como canal de vendas.

Etiquetado