Arquivo da categoria: Inovação

A Internet das Coisas: A Arma da Fidelidade do Futuro

Ao se falar do uso da Internet para estratégias e programas de fidelidade, o que vem à mente são os sites dos programas, o uso das redes sociais e até mesmo os gadgets para captação e resgate de pontos.

Isto agora. O futuro será muito mais desafiante com a Internet das CoisasImagem. Esta tecnologia que conecta a Internet aos objetos do nosso dia a dia – tais como automóveis, eletrodomésticos, televisões – para proporcionar ambientes inteligentes, revolucionará a nossa vida, como profissionais de marketing e como consumidores.

Imagine você dirigindo o seu carro e o sistema de som informa que uma das luzes do freio queimou. E mais, recomenda você se dirigir a concessionária bem próxima para substitui-la. Tranquiliza você, ao avisar que o serviço será bem rápido, pois já há um mecânico pronto para atendê-lo. Para facilitar ainda mais, programa o seu GPS do local onde você está para se dirigir até a concessionária. Isto já ocorre hoje com automóveis de alto valor.

Outro exemplo atual. Está em desenvolvimento, provavelmente em testes, uma geladeira que controla o seu próprio estoque. E, mais ela poderá comprar os produtos faltantes, diretamente, do supermercado através o seu cartão de crédito.

Voltando ao futuro. A tecnologia, especialmente a do Big Data, permite integrar elevado volume de dados das coisas com os dados dos seus proprietários. Isto irá permitir às marcas o conhecimento profundo sobre o comportamento do cliente, especialmente em relação ao consumo do seu produto. No caso do automóvel, a montadora poderá saber a sua verdadeira quilometragem, o seu estilo de dirigir, se anda mais no transito intenso ou em estrada, entre muitas outras informações. Assim, as ações de relacionamento para atraí-lo para revisões e manutenções terão retornos muito maiores. Serão infinitas as possibilidades de criar ações conjuntas com os fabricantes de autopeças e as concessionárias para disponibilizar a reposição da peça, no momento certo com a oferta certa. Quando estiver próximo ao momento da troca do veículo, poderá oferecer um modelo totalmente adequado. E ainda mais, pelo conhecimento profundo que tem do seu veículo atual, já apresenta o valor de compra para a troca e um plano de financiamento, em conjunto com a sua instituição financeira, na medida certa para você. Conclusão: muito maior poder de fidelizar o cliente à marca.

Se pensarmos na geladeira, aí não há limites para o que poderá ocorrer. Poe exemplo, a luta pelo espaço ou posição na gondola nos supermercados poderá se tornar coisa do passado. Se a geladeira e os demais eletrodomésticos estiverem conectados à Internet, o principal canal de vendas tenderá a ser o e-commerce. O mais rico gerador de dados sobre o cliente. Assim na Internet das Coisas, a aliança entre as marcas de produtos de consumo e os varejistas será vital. Promoções conjuntas, em ações customizadas ao perfil do cliente com ofertas super pertinentes ao estilo de consumo de alimentos da residência, se tornarão corriqueiras.

Não só a assertividade dos esforços de venda. O verdadeiro domínio do conhecimento exclusivo das informações do comportamento da compra, individualizada por categoria de produto na unidade familiar, será o nome do novo jogo.

Assim, além dos conhecidos “Share of Market”, “Share of Mind” e “Share of Heart”, deverá surgir uma nova métrica, algo que denomino de “Share of Consumer Knowledge”.

Agora, sem dúvida: Criatividade, CRM, Big Data, BI, tecnologia digital e a qualidade do relacionamento com os clientes serão as armas para vencer neste novo mundo, que se aproxima de forma inexorável.

Etiquetado , , , , , ,

O Nome do Jogo, ou melhor, o Comando do Jogo

Imagem
A convergência da informação, do relacionamento e da comunicação, em uma única dimensão, constitui a essência do marketing atualmente praticado. Traz, em seu bojo, enormes oportunidades e desafios à capacidade das empresas no gerenciamento dos seus esforços de marketing. Principalmente, a experiência e a criatividade em elaborar estratégias de marketing de relacionamento, que maximizem ganhos crescentes para a aquisição, rentabilização, retenção e recuperação de clientes.

Há a grande falácia do real time marketing ou o marketing em tempo real. Mais uma vez a velha confusão entre marketing e promoção, tão frequente no nosso dia a dia. É evidente que as promoções online dirigidas ao consumidor são cada vez mais suscetíveis ao conceito de tempo real. Isto cria novas pressões ao ambiente de marketing. Reduz o ciclo de vida de cada promoção e eleva a necessidade de se alocar mais recursos para acompanhar a velocidade e aproveitar o elevado potencial de ajustes competitivos permitidos pelo mundo online.  O real time marketing superou os limites da Promoção e passou a ser a nova e eficaz arma de ativação de clientes, utilizado pelos programas de fidelidade como o Km de Vantagens e outros programas de ponta.

Tudo indica que que o real time marketing foi engendrado por uma mente profundamente arraigada ao mundo da informática. Longe de ser uma crítica, esta consideração é um reconhecimento. A profunda revolução que está ocorrendo no mundo do marketing foi criada, gerada e impulsionada pela tecnologia da informação. A dura constatação, para nós, profissionais de marketing, é que fomos surpreendidos e estamos de certa forma, a reboque de toda esta onda de inovação.

Lembra-se do mais emblemático clássico de marketing, a Miopia de Marketing do Theodore Levit. Pois é, aconteceu conosco. Foi o desenvolvimento tecnológico que está nos impulsionando a um relacionamento de marketing tão profundo com os consumidores.  Relacionamento com benefícios e aplicações que jamais especificamos ou brifamos.

Agora que o pessoal de tecnologia teve a competência de fazer a bola ficar redonda, está na hora do pessoal de marketing colocá-la no meio de campo e assumir o comando do jogo.

Etiquetado , , , ,

O Automóvel do Futuro será Movido a Relacionamento

Já imaginou o seu futuro carro utilizar uma rede social para se relacionar com você?

Toyota Friend’s a rede social exclusiva para conectar o cliente Toyota com seu carro, sua concessionária e até mesmo com a montadora. Vai fornecer informações do veículo para o seu proprietário, dicas de manutenção e muito mais. O cliente poderá até mesmo optar por estender sua rede para a família e amigos através de outras redes sociais, como Facebook e Twitter.

“Os serviços de redes sociais estão transformando a interação humana e os modos de comunicação”, disse o presidente Akio Toyoda da Toyota. “O automóvel precisa evoluir em sintonia com essa transformação”.  A plataforma tecnológica foi desenvolvida em parceria com a Microsoft e a salesforce.com.

Quer ver o seu futuro carro, movido a relacionamento, em primeiríssima mão? Veja a estrela do Tokyo Motor Show, inaugurado neste sábado 3/12. http://www.youtube.com/user/SouzaAranhaCRM#p/f/6/c4h-SRXaEcQ

Etiquetado , , , , , , , , , , ,

Inove: se ouvir os dogmas do presente…

Como disse Steve Jobs “Inovação estabelece a diferença entre um líder e um seguidor”.

Veja o que disseram alguns seguidores ao longo dos últimos séculos:

♦      Quando os trens foram inicialmente desenvolvidos, o rei da Prússia com a segurança dos defensores do “status quo” previu: “Ninguém vai pagar um bom dinheiro para ir de Berlim a Potsdam, em uma hora, quando você pode montar seu cavalo e chegar lá em um dia de graça”.

♦      Em 1903, o presidente do Banco Michigan deu este conselho a Horace Rackham, advogado de Henry Ford, “O cavalo está aqui para ficar. O automóvel é apenas uma moda, uma novidade”.

♦      Um comitê (por que ainda se criam comitês?) do parlamento britânico concluiu que a lâmpada de Edison jamais seria útil.

♦      Em 1946, Darryl Zanuck, então chefe da 20th Century Fox previu “Televisão não terá qualquer mercado após os primeiros seis meses. As pessoas logo se cansarão de ficar olhando para uma caixa de madeira todas as noites”.

♦      “Um homem foi preso em Nova York por tentar extorquir fundos de pessoas ignorantes e supersticiosas ao exibir um dispositivo, que segundo ele vai transmitir a voz humana a qualquer distância através de fios metálicos, de modo que ele vai ser ouvido pelo ouvinte na outra extremidade. Ele chama este instrumento de telefone. Pessoas bem informadas sabem que é impossível transmitir a voz humana por fios”. – Notícia em um jornal de Nova York 1868

♦      “O que? O senhor faria um navio navegar contra o vento e correntes marítimas acendendo uma fogueira em seu deck? Peço-vos que me desculpe, mas eu não tenho tempo para ouvir tal absurdo.” – Napoleão Bonaparte para engenheiro e inventor Robert Fulton.

Sugestão: escreva nos comentários deste post outra “previsão” de um seguidor. Assim, poderemos criar uma lista extensa para apresentá-la, quando tivermos de defender uma inovação, que contraria algum dogma do presente. Ok?

Etiquetado ,

Dell vende US$ 5MM pelo Twitter

O que ninguém acreditaria! O Twitter se tornou um canal de vendas de milhões de dólares para a Dell.

O que a Dell fez? Monitorou o Twitter para identificar quem estava apresentando um comportamento propenso a comprar um computador. Uma vez identificado, ofereceu uma promoção personalizada para a compra de um computador Dell. Os resultados mostram o potencial do Twitter como canal de vendas.

Etiquetado

Steve Jobs, acima de tudo, o maior gênio de marketing

O excepcional inovador, que ia muito além do design e das funcionalidades tecnológicas. Inovava pela elevada capacidade de sintonizar e compreender, profundamente, os anseios do consumidor no uso da tecnologia no seu dia-a-dia.

Tão brilhante, quanto o lançamento do revolucionário Macintosh e da sua pioneira interface gráfica, foi idealizar um dos comerciais mais memoráveis da propaganda nos Estados Unidos, veiculado uma única vez. O primeiro comercial sobre computadores que não mostrava computador. Uma excepcional solução criativa. Basear o comercial no best seller de George Orwel “1984” o ano de lançamento do Macintosh.

O seu poder de inovação ia muito além do gadget tecnológico. Quando lançou o iPod, criou um novo modelo de negócios. O canal de e-commerce, cujo diferencial permite ao seu consumidor adquirir uma faixa de música isoladamente. Um avanço no respeito à liberdade de consumir e uma revolução na indústria fonográfica.

Steve Jobs, muito mais que um mago da tecnologia, do desenho animado e do design, foi um empreendedor centrado no cliente.

Etiquetado , , , , , ,

As 10 Empresas mais Inovadoras do Mundo

A conceituada revista Forbes acaba de publicar o ranking das empresas mais inovadoras do mundo. A Apple não está na pole position, como se poderia supor, ela está na quinta posição. No lugar mais alto do ranking está a Salesforce.com, sem dúvida a estrela mais brilhante do novo mundo da Computação nas Nuvens. A líder do mercado de CRM é a primeira empresa de Cloud Computing a ultrapassar $1.7 Bilhões em receita anual. Posição que alcançou, graças a sua competência em inovação.

Para nós, o destaque do ranking  é a brasileira Natura Cosméticos,  contemplada como a
oitava empresa mais inovadora do mundo. Logo após o super festejado Google, sinônimo
de inovação para muitos.    Veja a lista do Top Ten do ranking:

1  Salesforce.com

2  Amazon.com

3  Intuitive Surgical

4  Tencent Holdings

5  Apple

6  Hindustan Unilever

7  Google

8  Natura Cosméticos

9  Bharat Heavy Electricals

10 Monsanto

O ranking completo, com as pontuações, pode ser visto em: www.forbes.com/special-features/innovative-companies-list.html.
Se desejar melhor conhecer a Salesforce.com, clique em: www.youtube.com/user/SouzaAranhaCRM.

Etiquetado , , ,